Tecnologia

Equipes do CadÚnico e parceiros do programa Bolsa Família são homenageados no Adamastor

Guarulhos tem atingido índices históricos no atendimento da população inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), como o maior nível da taxa de atualização cadastral, que chegou a 87% em julho de 2023, e as taxas de acompanhamento de saúde e de educação do programa Bolsa Família, que, em fevereiro deste ano, alcançaram 78,86% e 80,2%, respectivamente.

Esses números deixam claro os esforços da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SDAS) em oferecer cada vez mais um serviço de qualidade, intensificando a escuta e a prestação de serviço às pessoas em situação de vulnerabilidade da cidade.

Nesse sentido, a Prefeitura de Guarulhos realizou na tarde desta terça-feira (18) um evento em homenagem e agradecimento às equipes que atuam nas unidades de atendimento social da secretaria e também aos parceiros do programa Bolsa Família, que incluem servidores das secretarias de Educação e Saúde.

Das mãos do prefeito Guti, o titular da SDAS, Fábio Cavalcante, a chefe da Divisão da Atenção Primária à Saúde, Vívian Pedrosa, e a chefe da Divisão de Coordenação Intersetorial, Fabia Costa, receberam seus certificados pelos serviços prestados, assim como os servidores de diversos departamentos que atendem diretamente o público nos bairros.

Guti agradeceu a dedicação dos servidores e reforçou seu sonho de que o município não precise mais de uma pasta de assistência social.

“Sei que é um sonho utópico, mas gostaria de ver uma cidade tão completa que não fosse mais preciso realizar um trabalho social com as pessoas em vulnerabilidade. Enquanto isso não acontece, agradeço de coração por todo o trabalho que vocês fazem lá na ponta, entendendo as necessidades da população e fazendo com que tenham o que precisam”, disse.

Avanços

Os números mostram um avanço significativo no atendimento socioassistencial em Guarulhos desde 2016. A quantidade de famílias inscritas no CadÚnico, por exemplo, cresceu 111% quando comparados os 111 mil beneficiários em 2016 com os 234,8 mil em 2024. Já o número de pessoas atendidas pelo Bolsa Família passou de 46,7 mil em 2016 para 107,9 mil atualmente.

“Esses dados são resultado de um trabalho de descentralização dos atendimentos, por meio dos serviços de busca ativa como a Van do CadÚnico e o CadMóvel e os mutirões nos CEUs aos finais de semana. Estamos deixando o serviço cada vez mais próximo da população que precisa”, afirmou o secretário Fábio Cavalcante.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo